Web Radio Jesus Cristo Gospel: Donald Trump

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Donald Trump

Donald Trump conversa com Israel e Palestina e garante ser possível assinar acordo de paz


0
A visita de Donald Trump ao Oriente Médio serviu para o presidente norte-americano renovar uma promessa de campanha: promover um acordo de paz entre Israel e a Autoridade Palestina.
Trump fez menção ao assunto após uma reunião com Mahmud Abbas, presidente da Autoridade Palestina. Sem entrar nos detalhes que travam o acordo, o líder norte-americano garantiu que será possível estabelecer um parâmetro que 
“Através de suas dificuldades vocês criaram uma das terras mais abundantes do mundo, uma terra que é rica não apenas em história e cultura, mas especialmente em espírito. Eu fico admirado com as realizações do povo judeu”, disse em um evento no Museu de Israel, em Jerusalém, prestigiado por políticos e personalidades judaicas.
Ele acrescentou que é preciso que as duas nações deixem de lado “as divergências do passado” e sigam em frente. “Os palestinos estão prontos para um acordo de paz”, afirmou, voltando-se ao primeiro-ministro israelense: “Benjamin Netanyahu quer a paz […] Eu sei que vocês já ouviram isso antes”, avaliou, acrescentando que com “determinação, compromisso e a crença de que a paz é possível, israelenses e palestinos poderão fazer um acordo”.
Ciente das polêmicas, Donald Trump evitou falar sobre os assentamentos israelenses em territórios reclamados pelos palestinos e também sobre a divisão em Jerusalém ou mesmo a solução de dois Estados independentes compartilhando territórios.
Para acalmar as preocupações de israelenses sobre a possibilidade de o Irã, inimigo declarado da nação, obter uma bomba nuclear, Trump afirmou que irá vigiar cada detalhe do acordo assinado pelo ex-presidente Barack Obama para garantir que isso não aconteça. “O Irã não vai ter armas nucleares. O Irã pede a destruição de Israel, mas não com Donald J. Trump”, disse, sob aplausos.
De acordo com informações da CNN, Benjamin Netanyahu agradeceu a amizade de Trump e se ofereceu para trabalharem juntos contra o terrorismo: “Israel nunca teve e nunca terá um amigo melhor que os Estados Unidos da América”, elogiou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário