Web Radio Jesus Cristo Gospel: 2016-04-10

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Brasil pode ser o próximo alvo de ataques do Estado Islâmico

Qui, 14/04/2016 às 17:58 | Atualizado em: 14/04/2016 às 18:01

Brasil pode ser o próximo alvo de ataques do Estado Islâmico



  • A Abin confirmou a legitimidade da ameaça do terrorista Maxime Hauchard - Foto: Reprodução
    A Abin confirmou a legitimidade da ameaça do terrorista Maxime Hauchard
A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) confirmou uma ameaça ao Brasil publicada em novembro do ano passado pelo terrorista francês Maxime Hauchard, em um post no Twitter. O extremista escreveu: 'Brasil, vocês são nosso próximo alvo. Podemos atacar esse país de merda", diz a mensagem publicada no microblog dias depois dos ataques em Paris, que deixaram 129 mortos e dezenas de feridos. A conta na rede social do terrorista já foi suspensa.
A Abin afirmou, na terça-feira, 13, que o perfil realmente pertencia ao terrorista, que aparece em vídeos do Estado Islâmico (EI) decapitando sírios. "A probabilidade de o país ser alvo de ataques terroristas foi elevada nos últimos meses, devido aos recentes eventos terroristas ocorridos em outros países e ao aumento do número de adesões de nacionais brasileiros à ideologia do Estado Islâmico", disse a Abin em nota enviada ao Estadão.
No comunicado, o Diretor de Contraterrorismo da Abin, Alberto Sallaberry, listou as ações executadas pela agência para evitar possíveis ataques no País, "como intercâmbio de informações com serviços estrangeiros, capacitação de profissionais de setores estratégicos e trabalhos com órgãos integrantes do Sistema Brasileiro de Inteligência".
O diretor também afirmou que tem aumentado no Brasil a quantidade de pessoas que juram lealdade ao EI, que  estariam prontas para agir em nome do islã. Dentre as preocupações, estão os ataques dos chamados 'lobos solitários', pessoas que praticam ataques sozinhas, para a Olimpíada no Rio de Janeiro.
Dez delegações, entre elas dos Estados Unidos e Canadá, são classificadas pela agência com nível "muito alto" para ataques. O nível de ameaça da delegação brasileira é considerado alto.

Ordem de votação do impeachment vai alternar deputados do Norte e do Sul


O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou na tarde desta quinta-feira (14) mudanças na ordem da chamada dos deputados no Plenário para a votação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no próximo domingo (17).
A nova decisão determina que os parlamentares serão chamados para declarar oralmente seus votos a favor ou contra o pedido começando por um estado da Região Norte e, em alternância, seguido por um estado da Região Sul, continuando-se assim, sucessivamente, passando pelos demais estados.
Votação do processo de impeachment será iniciada às 14h do próximo domingo (17)
Votação do processo de impeachment será iniciada às 14h do próximo domingo (17)
A ordem de chamada dos estados será a seguinte: Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Pará, Paraná, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Rondônia, Goiás, Distrito Federal, Acre, Tocantins, Mato Grosso, São Paulo, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas. Dentro de cada estado, a chamada de deputados será feita por ordem alfabética.
Cunha havia estabelecido que a região Sul iniciaria a votação, mas deputados governistas protestaram e a Câmara optou pela alternância de Sul e Norte. O Norte e o Nordeste do Brasil são as regiões onde o PT mais obtém votos nas eleições
.

Processamento de cacau recua na Europa e frustra expectativa do mercado

Processamento de cacau recua na Europa e frustra expectativa do mercado

O processamento de cacau no continente europeu recuou 0,2% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com mesmo período de 2015, informou nesta terça-feira, 13, a Associação Europeia do Cacau (ECA, na sigla em inglês). O dado frustrou analistas de mercado, cujas estimativas variavam entre 0% e 5% de alta, com uma média de 2%. No período, foram processadas 337.029 toneladas da amêndoa no velho continente. Na última sexta-feira, a Associação dos Confeiteiros da Alemanha reportou um avanço de 1,23% nos primeiros três meses do ano, totalizando 99 mil toneladas, o que acabou alimentando as expectativas de avanço no continente. No trimestre anterior, a moagem do cacau avançou 6% no continente e 21,6% na Alemanha. Antes da divulgação, um trader londrino afirmou que "se houver queda, irá confirmar a demanda fraca".

O processamento do cacau é bastante aguardado pelo mercado e é considerado o principal indicador de demanda por chocolates. Nesta quinta-feira, 14, a Associação Nacional dos Confeiteiros (NCA) deve divulgar dados sobre a moagem na América do Norte. Na sequência, sem data definida, sairão números da Associação de Cacau da Ásia. Analistas e operadores estimam uma variação entre -1% e 1% na América do Norte, enquanto a expectativa na Ásia é de alta de cerca de 10%, diante da base de comparação distorcida no mesmo período do ano passado. Com sede em Bruxelas, na Bélgica, a ECA representa 20 companhias do setor na União Europeia e Suíça, incluindo a Barry Callebaut, Cargill, Ferrero, Nestlé e Mondelez. Fonte: Dow Jones Newswires.

Chocolate do sul da Bahia é exposto em Portugal


Chocolate do sul da Bahia é exposto em Portugal

Mais de 500 anos depois, o Brasil está sendo “redescoberto” por Portugal através do sabor característico do sul da Bahia: o chocolate. As marcas regionais Sagarana, Chor, Costanegro, Amado Cacau e Maltez participam pela primeira vez da 14ª edição do Festival Internacional de Chocolate de Óbidos, em Portugal, cenário modelo da Economia Criativa no mundo. A exposição dos chocolates segue até o dia 25 de abril, no entorno do grande castelo da cidade medieval.
Em Óbidos, o chocolate de origem sulbabaina encontra-se no espaço exclusivo “Cacau Brasil”, com uma exposição de fotografias sobre o cacau do país, a produção na Bahia e na Amazônia, exposição de artefatos utilizados na produção do cacau, amêndoas, frutos e derivados, bem como material explicativo sobre essa cultura e a sua relação com o bom chocolate.
A inserção dos empreendedores sulbaianos nesta iniciativa não se deu por acaso. “Agora, eles colhem os frutos de uma parceria construída a partir de junho do ano passado, quando o Sebrae promoveu na Bahia a segunda edição do Encontro Criativo”, afirma a coordenadora regional do Sebrae Ilhéus, Claudiana Figueiredo. Na época, Ilhéus recebeu uma palestra internacional sobre a cidade “Óbidos – Creative Gym”, que traduzido significa ginásio criativo, com Miguel Silvestre, consultor em criatividade, inovação e desenvolvimento territorial. “Ano passado, após o Salon du Chocolat de Paris, fizemos uma visita a Óbidos e a parceria foi iniciada”, conta o presidente da Câmara Nacional do Cacau e dono da marca Costanegro, Guilherme Moura.
Parte do grupo que hoje expõe o chocolate de origem do sul da Bahia em Portugal participa do Projeto de Derivados de Cacau e Chocolate, do Sebrae, que, dentre outras ações, promove as marcas, contribui com seu desenvolvimento, abre mercados e é parceiro em feiras e eventos nacionais e internacionais. Um deles é o publicitário e dono da marca Chor, Marco Lessa, idealizador do projeto Caminhos do Chocolate, um roteiro de turismo integrado com base no cacau e chocolate, em fase de concretização. Palestrante do festival, no último dia 9, quando falou sobre “Produção de Cacau e Chocolate Associada ao Turismo”, ele se anima com o fato de que a Bahia está descobrindo um novo filão de negócios ao agregar valor à produção da lavoura cacaueira.
Outro produtor presente ao evento, Henrique Almeida apresentará a palestra “O Brasil e a descoberta do chocolate de origem”, na sexta-feira, dia 15. Na Fazenda Sagarana, Almeida produz, por ano, 3 mil quilos de cacau selecionados usados especialmente na produção dos chocolates finos. Se fossem vendidos como simples amêndoas, esse montante representaria cerca de R$ 20 mil no bolso do produtor. Transformados em chocolates finos, o faturamento sobre esta mesma quantidade pode chegar a R$ 375 mil. “As fazendas deixaram de ser meros centros de produção e secagem de amêndoas e passaram a ser atrações turísticas, ponto de encontro para grandes negócios”, conta Almeida.
CRIATIVIDADE É A SOLUÇÃO – Vila Portuguesa do distrito de Leiria, Óbidos possui apenas 2,2 mil habitantes e é considerado um dos lugares mais criativos do mundo. É a este modelo de projeto de desenvolvimento que o chocolate de origem do sul da Bahia quer se aliar. A cidade portuguesa está conquistando notoriedade internacional em função de seu parque tecnológico, reconhecido como o único parque empresarial estruturante orientado para as indústrias criativas, concentrando recursos privilegiados para o seu desenvolvimento, no eixo compreendido entre Lisboa, Coimbra e Santarém. Fonte: Sebrae

Embasa anuncia racionamento de água em Ilhéus

Embasa anuncia racionamento de água em Ilhéus


Foto:Reprodução

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) anunciou, há pouco, racionamento de água em Ilhéus, a partir da próxima segunda (18). O abastecimento será feito em dias alternados. A medida foi adotada em função da falta de chuvas e queda do nível de vazão nas barragens do Iguape e do Rio de Engenho, mananciais que abastecem o município sul-baiano. De acordo com o escritório regional da Embasa, a medida preventiva reduz a oferta de água no município em, aproximadamente, 15%. “Essa foi a solução encontrada para garantir a continuidade do fornecimento de água diante dos efeitos da estiagem prolongada e atípica que acontece na região”, informou a Embasa em nota. Segundo o gerente da Embasa, Danilo Gomes, 24.100 domicílios serão afetados pela medida. A distribuição de água em Ilhéus é feita por 17 setores de abastecimento. – Como teremos que captar menos água, para não esgotar a disponibilidade dos mananciais, e distribuir para o mesmo número de residências, é preciso que todos mudem seus hábitos, até que volte a chover, consumindo água de forma racional e mais inteligente para que não venha a faltar – explica Danilo. Ilhéus é o segundo maior município sul-baiano. O mais populoso, Itabuna, enfrenta racionamento desde o final de outubro do ano passado. O sistema itabunense é municipalizado. A população tem recebido água com nível de cloreto de sódio mais de 32 acima do permitido pelo Ministério da Saúde. Por isso, orientou a população a não ingerir a água nem usá-la para cozinhar alimentos. Deve-se evitar também dar a água a animais. *Informações do Blog do Pimenta



Por conta da seca, Bahia possui 134 cidades em situação de emergência


A Defesa Civil da Bahia aponta que 134 municípios baianos estão em situação de emergência reconhecida, por conta da seca. A população prejudicada pela estiagem é de cerca de 1,3 milhão de pessoas e a região sul do estado é uma das mais prejudicadas.

Em Ilhéus, no sul da Bahia, a redução preventiva da oferta de água será de 15%, a partir de segunda-feira (18), segundo informações da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), nesta quarta-feira (13). Segundo a empresa, a medida será tomada devido à falta de chuvas na região e à pouca disponibilidade de água nas barragens do Iguape e do rio do Engenho, mananciais que abastecem o município.

A Embasa informou que a distribuição será feita por áreas de abastecimento, que passarão a receber água em dias alternados. De acordo com o gerente da empresa na região, Danilo Gomes, serão atingidos com a medida mais de 24 mil domicílios, de um total de 53,2 mil, distribuídos em 17 setores de abastecimento.

Segundo Gomes, a Embasa terá de captar menos água, para não esgotar a disponibilidade dos mananciais, e distribuir para o mesmo número de residências. Ele recomenda que os moradores economizem água até que volte a chover na região.


Outras cidades
Itabuna, a maior cidade da região sul, enfrenta racionamento de água desde dezembro do ano passado. Os rios da região estão secos e a empresa de abastecimento capta água na estação de castelo novo, próxima ao nível do mar.

A água do reservatório é salgada e imprópria para o consumo humano. A solução foi buscar água em Ubaitaba, cidade que fica a 70 km de Itabuna, e abastecer tanques de 10 mil litros colocados em alguns bairros da cidade.

O abastecimento de água reduzido atinge também os municípios de Prado, por causa do nível muito baixo do rio Campinho, e de Itamaraju.

A falta de chuvas nos últimos meses reduziu o nível das barragens e dos rios onde a Embasa capta água para tratamento e distribuição, com isso no mês de março, a empresa chegou a anunciar a restrição da distribuição em Coaraci, Itacaré, Mascote, Uruçuca e Camacan, todas as cidades localizadas no sul do estado. (G1 BA)

Planalto sanciona lei que autoriza uso da 'pílula do câncer' sem vetos

Planalto sanciona lei que autoriza uso da 'pílula do câncer' sem vetos


A presidente Dilma Rousseff sancionou, sem vetos, a lei que autoriza o uso da fosfoetanolamina sintética por pacientes diagnosticados com neoplasia maligna. O produto, que ficou conhecido como 'pílula do câncer', poderá ser usado pelos pacientes, "por livre escolha", desde que tenham laudo médico que comprove o diagnóstico e assinatura de termo de consentimento e responsabilidade dos próprios pacientes ou de seus representantes legais. O texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 14. A decisão de sancionar a íntegra do texto que passou, em votação relâmpago, pelo Congresso em março traz um caráter político e não técnico ao ato de Dilma. Segundo o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, informou na terça-feira, 12, a Casa Civil recomendou à presidente liberar o uso da fosfoetanolamina sintética antes do registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na tentativa de evitar qualquer ameaça de desgaste, e de perda de votos, às vésperas da votação do impeachment. A sanção, portanto, não levou em consideração pareceres técnicos preparados pelos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Saúde, Ciência, Tecnologia e Inovação e também pela Anvisa e Advocacia-Geral da União. Todos sugeriam que a presidente vetasse integralmente o projeto. O principal argumento desses pareceres é que o composto poderia representar uma ameaça à saúde dos pacientes, abalar a imagem do controle sanitário do Brasil e, consequentemente, a imagem de produtos vendidos.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A caverna na vida do cristão

 passou ali a noite; e eis que a palavra do Senhor veio a ele, e lhe disse: Que fazes aqui Elias? 1 Reis 19:9

Ao analisarmos a história relatada no capitulo 19 de 1 Reis. Vemos a fragilidade exposta no homem usado, obediente e direcionado por Deus. O profeta Elias, foi um homem de “bagagem espiritual”, pois suas experiências com Deus, foram de grande modo sobrenaturais, sua conduta era de um ferrenho defensor da fé, do culto, sacrifício e adoração somente a Deus todo poderoso. Elias foi desafiador de um rei perverso e incrédulo.
Além disso, foi Elias que orou, e viu o céu se fechar, orando ele novamente a mando do Senhor, a chuva desce! Tornando a orar em outra situação, Deus manda fogo do céu, em outro episódio, a morte da panela é expulsa. Deus tem um cuidado tão grande ao ponto de alimentá-lo através de corvos. Este homem, se manteve fiel pois, andou na contramão do mundo, não deixou se enganar com altares estranhos evitando assim, se corromper.
Enfim, essa é a breve biografia de Elias. Mesmo em meio a tantos sinais, maravilhas e manifestação de milagres, devido a perseguição de seus inimigos este homem fraquejou, desanimou, se entristeceu, temeu ao ponto de em oração pedir a sua própria morte, e no intuito de parar sua caminhada ele entrou em uma caverna.

Onde você se encontra neste momento? Na caverna?

Caverna na vida de um cristão significa o mesmo que se esconder, omitir e fugir. O que pretendo hoje aqui, NÃO é falar que Elias é covarde, ou dizer que a atitude de se esconder foi um ato de quem deixou de acreditar no Deus Soberano. Não! Mas o que quero trazer hoje aqui é a meditação sobre aquele momento que “tiramos a mão do arado”. Aquele momento do qual, as decepções, frustrações, cansaço espiritual nos “obrigam” a parar.
A caverna, mesmo sendo escura e vazia, nos parece ser o lugar mais acolhedor a se estar. Engano seu, engano meu e engano nosso. Cristão na caverna é desserviço para o Reino de Deus e um retrocesso para todas nossas conquistas espirituais e até mesmo para as conquistas terrenas. Somos a luz do mundo! Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Mateus 5:14
Momentos difíceis, vem pra todos, nosso próprio Cristo, em tal momento pediu que se possível, passasse dele o cálice, ou seja, que tirasse dele a obrigação que estava sobre ele.
Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; Lucas 22:42 parte A. Mas, louvado seja nosso Senhor Jesus, pois neste mesmo versículo, vemos a lição para nossos dias de adversidade!  Todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. Lucas 22:42 parte B.

Saia da caverna

Momentos difíceis vem pra todos, obstáculos? Todos um dia, teremos que ultrapassá-los! Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne? Gálatas 3:3 Elias, homem de Deus, movido e guiado pelo Senhor, cheio de fé, corajoso e audacioso, por um pequeno deslize, deixou a sua fé, seu ânimo se esvair. Lendo os capítulos, 18 e 19 de 1 Reis, temos um breve resumo de como Elias iniciou sua luta e como ele “terminou” antes da intervenção do próprio Deus. Atentando a esses dois capítulos que mencionei, aprendemos com Elias a como NÃO, se portar diante de um problema:
1°- Elias deu ouvido a ameaça (acusações).
2°- Não apresentou a causa adversa a Deus.
3°- Permitiu que o medo o dominasse (O que levou a profunda depressão).
4°- Deixou que sua limitação o fizesse esquecer da onipotência de Deus (isso, fez com que Elias estivesse em um lugar a qual Deus não mandou ele estar).
Esses quatros motivos, são a soma que resultam no acovardamento. Ei você, que se encontra na caverna. Entenda, não importa como você começou a sua caminhada, importa é como você irá retomar sua caminha com Deus! Deus é um Deus poderoso que não se esquece e se responsabiliza por cada um a qual Ele atribui um chamado. Deus, visitou aquela caverna, para tirar seu servo de lá, e assim fará com você nesse exato momento.
Sabe porque? 1. Porque Deus amava a Elias (Ele ama você também)! 2. Deus não olhou a fraqueza daquele homem (Ele não olha para a sua também)! 3. Deus tinha uma obra, um plano a ser executado através de Elias ( e você, mas do que ninguém, sabe os planos que Deus tem pra ti). Então, chegou o tempo de sair da caverna, pare de se esconder, pois mui longa será a sua caminhada, Deus não conta com aqueles que retrocedem ou se escondem de seu chamado. Avante! Confie no seu chamado! Exerça teu ministério!
Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar. Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa; Salmos 139:7-12

Abraão, o profeta exemplo

Abraão, o profeta exemplo
Em Gênesis capitulo 20, versículo 7, quando Deus, em sonho, fala com o rei de Gerar, Abimeleque, à respeito do modo e o porquê Ele havia impedido o monarca de tocar (ter relações em Sara, revela que Abraão era um profeta, e diz ao rei para pedir que o esposo de Sara orasse por ele.
Assim que o rei se esclareceu com Abraão e o repreendeu por causa de sua “meia” mentira quando disse, em sua chegada, que Sara não era sua esposa, e sim irmã, pediu, conforme os versículos 17 e 18, que Abraão, o profeta, orasse por ele e por sua casa.
A oração do profeta Abraão foi ouvida, de modo que as mulheres que haviam ficado estéreis, agora já poderiam ter filhos novamente, pois Deus as restaurou.
Se olharmos bem para todo o contexto da vida de Abraão, a partir desse momento, poderemos pensar que seu ministério profético foi apenas momentâneo, pois não o vemos usá-lo posteriormente.
Se observarmos as definições de profeta de acordo com o contexto geral da Bíblia, haveremos de convir que a função de um profeta é bastante especifica: ser porta voz de Deus, tanto para anunciar fatos que ocorrerão no futuro, quanto par alertar sobre a importância de se lembrar de Deus e seus preceitos, além de portar poder que pode ser usado para diversos fins como curar, ressuscitar, matar (Elias e os soldados do rei Acabe) e etc.
Ou seja, se olharmos por esta ótica, de fato, limitaremos a atuação profética de Abraão somente ao momento de sua oração pelo rei Abimeleque e sua casa. Mas quem anunciou – e não de forma explicita, porque até então, ou mesmo depois disso, nem mesmo Abraão sabia que era um profeta – foi Deus. A única coisa da qual ele sabia era que Deus o havia chamado para ser pai de uma grande nação, e que através dessa nação Deus abençoaria todas as famílias da terra (Gn 12. 1,2).
Abraão, pelo contexto geral, e não pelos específicos, tinha, sim, um ministério profético, que não ficou restrito somente àquele fato com o rei. A mensagem que Abraão portava era traduzida, não em palavras, mas em atos, que iam fazendo com que aqueles que estão à sua volta, tanto os vizinhos como a família, passassem a crer que havia um Deus diferente dos demais anunciados até então, pois Este era real.
Abraão foi um tão bom profeta por seus atos, que nem precisou forçar ou convencer o filho de que ele precisava ser sacrificado à Deus. O filho, pelo que mostra o texto bíblico e também o historiador Flávio Josefo, se doou à causa de fé do pai – Isaque já tinha cerca de 25 anos à época, ou seja, já sabia, e poderia muito bem, racionalizar o momento e escapar das “garras” de seu pai, que já era um idoso.
Similar a Abraão, nós, que somos seus filhos na fé (Tg 2.21), talvez tenhamos herdado esse ministério de ser profeta com a vida, nos relacionando com o Deus vivo, vivendo de acordo com os seus preceitos e cumprindo sua vontade, ainda que seja esta totalmente avessa a racionalidade humana, pois é dessa forma – sendo a mensagem e não somente dizendo ela– é que vamos conseguir o impacto que poderá alertar o mundo para uma mudança de caminho, saindo das trevas e vindo para a luz.
Tiago 2.17 a 21: “Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o creem, e estremecem. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque?”

O bezerro de ouro nosso de cada dia

O bezerro de ouro nosso de cada dia
Mas vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão, e disse-lhe: Levanta-te, faze-nos deuses, que vão adiante de nós; porque quanto a este Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe sucedeu.
E Arão lhes disse: Arrancai os pendentes de ouro, que estão nas orelhas de vossas mulheres, e de vossos filhos, e de vossas filhas, e trazei-mos. Então todo o povo arrancou os pendentes de ouro, que estavam nas suas orelhas, e os trouxeram a Arão.
E ele os tomou das suas mãos, e trabalhou o ouro com um buril, e fez dele um bezerro de fundição. Então disseram: Este é teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito…”
Exodo 32.1-4
“…E Moisés perguntou a Arão: Que te tem feito este povo, que sobre ele trouxeste tamanho pecado? Então respondeu Arão: Não se acenda a ira do meu senhor; tu sabes que este povo é inclinado ao mal; E eles me disseram: Faze-nos um deus que vá adiante de nós; porque não sabemos o que sucedeu a este Moisés, a este homem que nos tirou da terra do Egito. Então eu lhes disse: Quem tem ouro, arranque-o; e deram-mo, e lancei-o no fogo, e saiu este bezerro…”
Êxodo 32:21-24
O texto acima registra a sexta vez que Moisés sobe ao monte Sinai para um encontro com Jeová. Os sacerdotes, bem como os anciãos de Israel já estavam cientes de que, como das outras vezes, o Senhor, por misericórdia e graça, falaria com o homem e este não morreria. É verdade que o povo escolhido já demonstrara repulsa em ouvir Deus falar, como registrado em Êxodo capitulo 20.18-19: “E todo o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso retirou-se e pôs-se de longe. E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos.”
A “demora” de Moisés em retornar do Sinai trouxe uma enorme inquietação entre os judeus, ao que procuraram o sacerdote Arão para que materializasse os desejos carnais de todos para celebrar uma grande festa em homenagem ao deus que os tirara do Egito. Lembremo-nos que Israel permaneceu quatrocentos e trinta anos na terra dos faraós e tiveram contato e foram imersos em tudo o que concernia a cultura de lá, inclusive a religiosa. Arão, então, mesmo tendo ciência que Deus não pode ser reproduzido, por pressão popular, esculpiu um “deus” exatamente conforme estava acostumado a ver na terra da servidão, um Bezerro de Ouro (Boi Ápis – símbolo da força e da fecundidade, que era cultuado no Egito, nomeadamente em Mênfis, desde a primeira dinastia). Esta divindade era bem conhecida entre os egípcios e seu culto estava ligado a toda a licenciosidade, erotismo, prostituição e lascívia. Para dar um tom de sacralidade Arão a esculpe em ouro puro com o buril. Para produzi-lo ele arrecada os pendentes de ouro que usavam nas orelhas, algo que servia como um artefato de embelezamento, completamente voltado às enfermidades de suas almas idolátricas. Como que se a imagem a ser construída fosse uma projeção de si mesmos.
Quando Moisés retorna ao acampamento e ouve a gritaria e uma multidão dançando nua ao redor da estátua ele fica transtornado, lança as tábuas da Lei por terra e vai questionar seu irmão Arão, o Sumo Sacerdote, o motivo de tamanha loucura.
Arão, com o maior cinismo diz: “E eles me disseram: Faze-nos um deus que vá adiante de nós; porque não sabemos o que sucedeu a este Moisés, a este homem que nos tirou da terra do Egito. Então eu lhes disse: Quem tem ouro, arranque-o; e deram-mo, e lancei-o no fogo, e saiu este bezerro.” Êxodo 32.23,24
Por mais que tentemos justificar Arão concluiremos que sua atitude é injustificável. Ele tinha uma grande responsabilidade espiritual diante do povo e fracassa em cumpri-la. Arão jamais poderia ter cedido às pressões dos rebeldes.
Ele mente descaradamente quando diz que jogou os pendentes arrecadados no fogo e, como em um passe de mágica, eles se transformam em um bezerro. Foi Arão quem deu forma ao bezerro, ele simplesmente moldou, exteriorizou aquilo que estava dentro de si. O bezerro sempre esteve interiorizado no Sumo Sacerdote. Estava latente dominando sua alma. O símbolo da lascívia, prostituição, carnalidade, impureza estava alojado dentro do irmão de Moisés e é triste constatar que todas as manifestações de poder de Jeová que ele testemunhara não foram suficientes para tirar Ápis, o Bezerro de Ouro de seu coração. Os sinais que o Senhor fizera no Egito, o Mar Vermelho aberto, a destruição dos exércitos de Faraó, o Maná diário, a nuvem protetora do dia e a coluna de fogo noturna não lhe diziam absolutamente nada.
E hoje temos que conviver com estes mesmos líderes Arões que envergam suas vestimentas de santidade e suas estolas sacerdotais, que celebram das coisas sagradas do Eterno Deus, entretanto são imundas almas perdidas, dominadas por toda a sorte de perversidade e carnalidade, estão possuídos por “Ápis” o Bezerro da luxúria. Mentem, ludibriam e estão muito mais interessados em agradar ao povo do que amargar a obediência ao Senhor e à Sua Santa vontade. “Quando esses homens se juntam a vocês nas festas fraternais da igreja, são manchas malignas no meio de vocês, gargalhando e dando escândalo, comendo gulosamente e empanturrando-se, sem se preocuparem com os outros. São como nuvens sem chuva que o vento carrega sobre a terra seca, prometendo muito mas não realizando nada. São como árvores frutíferas, sem nenhum fruto na ocasião da colheita. Não estão apenas mortos, mas duplamente mortos, pois foram arrancados, com raízes e tudo, para serem queimados. Tudo o que eles deixam atrás de si é vergonha e desonra, como a espuma suja deixada pelas ondas bravias ao longo da praia. Andam vagueando de um lado para outro, parecendo brilhantes como estrelas, mas adiante deles estão a escuridão e as trevas eternas que Deus preparou para eles.” Judas 1.12,13
O povo se inquietou porque Moisés estava demorando.
Jesus é o nosso Moisés. Ele pode estar demorando a voltar para alguns que já começam a se inquietar. Percebemos que em alguns arraiais já estão celebrando ao Bezerro de Ouro com todas as atividades que lhe são comuns. O outro evangelho, aquele maldito (anátema), o do Bezerro de ouro, tem enchido muitas igrejas. Entretanto aqueles que são santos que se santifiquem ainda, quem é justo que faça justiça ainda. Jesus, que há de vir, virá, e não tardará.
No final do episódio Moisés radicaliza: “E tomou o bezerro que tinham feito, e queimou-o no fogo, moendo-o até que se tornou em pó; e o espargiu sobre as águas, e deu-o a beber aos filhos de Israel.” Êxodo 32.20
Veja que este é o fim de uma vida voltada à idolatria e pecado, a destruição e morte. Moisés destruiu a imagem, dela fez pó, misturou às águas e fez o povo sorvê-la. Em outras palavras, é como que se Deus os fizessem beber de sua própria ira, tal qual acontecerá no final dos tempos : “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. Apocalipse 19:15
Que o Senhor nos guarde de toda a idolatria, pois é relativamente fácil tirar o povo do Egito, a terra do Boi Ápis, mas é muito difícil tirar o Boi Ápis do coração do povo.
Quem o Senhor nos abençoe.

Pastor é morto por pregar a palavra de Deus em ônibus


Pastor é morto por pregar a palavra de Deus em ônibusUm crime de motivação religiosa chocou El Salvador. Um ônibus transportava passageiros da cidade de La Union para a capital San Salvador. A certa altura, um pastor identificado como Carlos Carrio, 48 anos, começou a pregar sobre Jesus. Um dos passageiros pediu para ele ficar quieto, mas o pastor continuou.
Afirmando estar “cansado de ouvir sua pregação”, o passageiro levantou, sacou um revólver e disparou, matando o pastor. Exigiu que o ônibus parasse e depois fugiu do local.
Família do pastor
Família do pastor.
Segundo testemunhas, o assassino teria dito que a pregação o fazia sentir-se mal.  O homem que aparentava ter cerca de 70 anos não foi identificado e está sendo procurado pela polícia. Com informações de CBN

Família muçulmana se converte ao Evangelho após mãe receber oração e ser curada

Não há impossíveis se Deus quer que aconteça. Essa é a conclusão que os pastores do ministério missionário Bibles chegaram quando alcançaram uma família de muçulmanos devotos durante uma de suas jornadas evangelísticas.
Um dos integrantes da família, identificado pelo nome fictício de Fadila por questões de segurança, revelou que sua mãe estava doente e, ao receber uma oração dos missionários, foi curada.
De acordo com informações do Christian Today, a conversão – surpreendente – dos muçulmanos ao Evangelho aconteceu depois de muitas frustrações e angústias devido à constante piora da matriarca.
Fadila revelou que os médicos não conseguiam diagnosticar as causas da doença, e em meio a tudo isso, ela sofreu um derrame e ficou acamada.
Em certa ocasião, um dos irmãos de Fadila levou dois homens à casa de sua mãe, dizendo que eles eram “homens de Deus” que tinham “dons de cura”. “Se eles orarem por nossa mãe, ela pode ser curada”, argumentou. Os demais irmãos concordaram em permitir que os estrangeiros orassem por sua mãe, como se fosse mais uma tentativa de encontrar solução para a grave doença.
“Um homem orava. Eu me senti desconfortável, porque era diferente do que é a du’a (oração) muçulmana. Ele estava usando o nome de Jesus em suas orações. Ele orou em nome de Jesus para curar minha mãe”, narrou Fadila aos missionários.
Mesmo doente, sua mãe percebeu que aqueles homens eram pastores cristãos, e como primeira reação, ficou com raiva e disse aos estranhos para saírem de sua casa. No entanto, algo aconteceu que a fez mudar de ideia.
Para surpresa dos filhos, sua mãe – que anteriormente estava incapaz de se mover – tentou se levantar de sua cama. “Nós a ajudamos e ela sentou-se ereta e, em seguida, ficou no chão”, disse Fadila.
Daí em diante, ela passou a testemunhar que, enquanto o pastor estava orando, ela viu Jesus Cristo e Ele tocou-a com as mãos pregadas. No mesmo instante, algo correu para longe de seu corpo e uma luz a cobriu, o que a fez sentir-se totalmente curada. “Ela pediu ao pastor que a perdoasse [por mandá-los embora] e também pediu que eles orassem por meu irmão, que é um alcoólatra”, afirmou Fadila.
“O pastor impôs as mãos no meu irmão e orou. Ele sentou no chão aos pés do pastor e chorou. Ele prometeu que ele está deixando todos os seus maus hábitos. Ele confessou seus pecados. Ele aceitou Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor pessoal. E nós vimos uma alegria inenarrável e paz em seu rosto”, acrescentou.
Ainda segundo Fadila, os pastores se identificaram como missionários, e o que orou por sua mãe revelou à família que ele era um cristão convertido do islamismo, e contou seu testemunho a eles, reiterando a mensagem do Evangelho, contando sobre a crucificação de Jesus para perdoar nossos pecados, e sua ressurreição: “Minha mãe disse que ela acredita. Eu, também, declarei minha fé em Jesus. Meus outros irmãos e irmãs também acreditaram”,disse Fadila, que ganhou um exemplar da Bíblia Sagrada.

Igreja se dedica a evangelizar moradores de rua e oferece estrutura de recuperação social


Um pastor que se dedica à evangelização de moradores de rua tomou uma iniciativa inovadora e anunciou a construção de um templo dedicado a pessoas nessa condição social. A iniciativa surgiu depois de notar que era preciso alguma ação mudar a vida dessas pessoas na prática.
Jerry Vineyard, pastor da Unver Over Fellowship, em Conroe, Texas (EUA), conta com 75 membros em condição de vulnerabilidade social, seja pela falta de moradia, seja por estar em transição, após um período de acolhida em uma das duas casas que a denominação conseguiu para abrigar homens e mulheres.
O programa de reabilitação da igreja tem um cronograma de seis meses, onde os acolhidos recebem a ajuda necessária para se recomporem, conseguirem um emprego e reorganizarem suas vidas.
“Tudo começou quando eu era professor de Ensino Médio e treinador de futebol. Comecei a trabalhar com algumas das crianças na minha igreja, e senti um chamado para ser pastor de jovens”, disse Vineyard ao Christian Today. “A escola era localizada em uma área de baixa renda do nosso município — as crianças eram pobres e não cresceram na igreja. Então começamos um ministério de ônibus, que levava entre 90 a 120 crianças todas as quartas-feiras e domingos para a igreja”, contou.
O pastor, no entanto, notou que estava se formando uma segregação dentro da própria igreja, com uma separação entre as crianças que iam de ônibus aos cultos, e as crianças que eram das famílias membros.
A partir daí, o pastor começou dedicar seus finais de semana a uma campanha de evangelização de moradores de rua, visitando parques, subúrbios e asilos. Mesmo com a disposição e a boa vontade, Vineyard percebeu que esse trabalho precisaria de uma estrutura mais sólida: “Nosso prazer era ver uma mãe solteira de cinco filhos, que vive em uma área pobre, sendo salva. Mas seria impossível ela se encontrar com a gente de novo, já que ela não tinha um carro para ir até os lugares que estávamos indo”, ilustrou.
A necessidade então, era que o projeto tivesse um espaço próprio. Diante disso, ele decidiu, juntamente com sua esposa, vender a casa em que viviam, se mudaram e assumiram a liderança dessa nova igreja.
Hoje, cinco anos depois, a comunidade cresceu. Os cultos ainda são realizados em um parque da cidade, porém a denominação agora tem prédios para que os membros possam prestar assistência àqueles que precisam de ajuda.

PP na Câmara passa a apoiar o voto pelo impeachment

PP na Câmara passa a apoiar o voto pelo impeachment




Os deputados que compõem a bancada do PP na Câmara anunciaram na noite desta terça-feira (12) o apoio ao impeachment de Dilma Rousseff e o consequente desembarque do partido da base aliada do governo federal. O anúncio foi feito menos de 24 horas depois da aprovação de parecer a favor da abertura do processo de afastamento da presidente. Em uma reunião que durou duas horas, a maioria dos deputados decidiu que o PP vai orientar seus integrantes para que votem pelo impedimento no plenário da Casa, com a ressalva de que irá respeitar quem optar por se posicionar contra o impeachment. No encontro de hoje, 34 deputados votaram a favor do afastamento de Dilma, 9 contra e 4 ficaram indecisos. "A bancada sai hoje unida. O partido e sua maioria ampla deliberou pelo encaminhamento no plenário do voto 'sim' no processo [de impeachment]", anunciou o líder da PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (BA). "Nós temos algumas realidades locais, que obviamente serão respeitadas. É uma minoria em número de votos, mas são companheiros importantes", complementou o deputado gaúcho Jerônimo Goergen. *Informações do Portal Uol

Ubatã

Ubatã: Gestão Siméia Queiroz realiza obras para facilitar acesso à “Rua da Pista”


Retroescavadeira trabalha na ‘rua da Pista’ (Foto: Divulgação)
A gestão Siméia Queiroz (PSB) iniciou, nesta segunda-feira (11), as obras para facilitar o acesso à localidade conhecida como “Rua da Pista”, às margens da BR-330. Uma retroescavadeira e equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos trabalham no local. Segundo o Titular da Pasta, Paulo Henrique, Paulinho, o objetivo da obra é facilitar o acesso à rua da pista. “Neste primeiro momento vamos realizar a compactação do solo e com isso viabilizar o tráfego de veículos e motocicletas, fato que não ocorre hoje. Com isso, daremos maior tranquilidade às pessoas e poderemos levar, também, o serviço de coleta de lixo, uma vez que o caminhão compactador poderá transitar no local”, disse. Em tempo, a expectativa é que as obras sejam finalizadas em até 30 dias.

Homem pedala do Pará a Brasília para pedir impeachment

Homem pedala do Pará a Brasília para pedir impeachment



Foram cerca de 2 mil quilômetros pedalando de Altamira, no Pará, até Brasília sobre uma bicicleta sem marcha e na companhia apenas do cachorro Leon, com o único objetivo de pedir o afastamento da presidente Dilma Rousseff do cargo, conta José Augusto, de 28 anos. O jovem, que largou um emprego de armador de ferragens para ir a Brasília, disse ter participado de manifestações a favor do impeachment da presidente Dilma na cidade em que mora, mas sentiu que sua voz não seria ouvida, caso não fosse até a capital do País. “Botei na cabeça que Brasília era o lugar para vir”, disse ele, ao lado de sua bicicleta, semelhante às usadas para fazer entregas de galões de água e sobre a qual montou uma espécie de cozinha móvel. Em uma placa fixada entre as barras do quadro, ele colou um adesivo de um palmo de largura em que se lê: “Impeachment já!”. Sobre o guidão, trouxe amarrada uma bandeira do Brasil. “Tive a proteção de Deus”, diz Augusto ao contar que não sofreu acidentes ou assaltos durante os 57 dias do trajeto, percorrido na maior parte pela BR-153. “Vim por causa dessa roubalheira e vou ficar aqui até ela cair”, afirmou ele, que se juntou a um outro grupo de pessoas acampadas no Parque da Cidade, todos apoiadores do afastamento da presidenta. *Informações da Agência Brasil

terça-feira, 12 de abril de 2016

GRIPE

Bahia decide antecipar vacinação contra gripe H1N1


Vacinação começa dia 18 de abril em toda a Bahia
Marcada para o dia 30 de abril, a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza) foi antecipada para a próxima segunda-feira (18), segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Segundo a pasta, a antecipação ocorre porque os lotes de imunização contra doença chegaram mais cedo. No dia 30, será realizado o Dia D de mobilização nacional.A vacina estará disponível em postos e centros de saúde de todos os municípios do estado para idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menos de cinco anos e trabalhadores da saúde (público e privada). A imunização também atende mulheres grávidas e puérperas, até 45 dias após o parto, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, sob medidas sócioeducativas. Conforme a secretaria de Saúde, este ano, segundo dados atualizados na quarta-feira (6), foram registrados 11 casos de H1N1, e três pessoas foram a óbito, todos em Salvador. *Informações do G1

VALEC FERROVIA OESTE LESTE

Moradores do distrito de Tapirama interditam estrada usada pela Valec


Moradores alegam que as carretas estão destruindo a principal estrada que dá acesso ao distrito
Moradores de Tapirama, município de Gongogi, interditaram na manhã desta segunda-feira (11) a estrada que liga o distrito até a ponte sobre o Rio de Contas, no trevo da Mirabela. Eles alegam que o tráfego de carretas carregadas de trilhos da obra da ferrovia Oeste-Leste (Fiol) danificaram a estrada que também é utilizada pela comunidade para ter acesso à Ipiaú e outras cidades vizinhas.
Carretas carregadas de trilhos trafegam na estrada que liga o distrito a BR-330
O bloqueio aconteceu por volta das 09h da manhã. Algumas carretas bi-trem foram impedidas de continuar percorrendo o trecho que leva até um depósito da Valec nas proximidades de Tapirama. “De sexta-feira  pra cá já passaram mais de 40 carretas por aqui. A estrada está toda destruída. Depois eles vão embora e a gente fica com o prejuízo.”, desabafou um morador do distrito. Os manifestantes afirmaram ao GIRO que só sairão do local após a empresa garantir que irá realizar os serviços de recuperação da estrada que tem cerca de 7KM de extensão até a BR-330. Até o fechamento desta matéria, o bloqueio continuava. (Giro em Ipiaú)