Web Radio Jesus Cristo Gospel: 2013-03-03

quarta-feira, 6 de março de 2013

Crise econômica faz igrejas neopentecostais crescerem de maneira histórica na França Crise
econômica faz igrejas neopentecostais crescerem de maneira histórica na França Já bem conhecido entre os brasileiros, os cultos de igrejas neopentecostais estão se tornando cada dia mais comuns na França. Impulsionadas pela crise econômica, a cada dez dias uma nova igreja evangélica abre as portas no país europeu. A informação é do CNEF (Conselho Nacional dos Evangélicos da França). Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Essa é a corrente religiosa que mais se expande no país e a com o maior número de praticantes. O sociólogo das religiões, Sébastien Fath, falou em sua obra “Do gueto à rede – O protestantismo evangélico na França e do recém-lançado Nova França Protestante – Desenvolvimento e crescimento no século XXI” sobre as razões para esse notável crescimento da corrente religiosa. Fath, que é especializado no protestantismo disse que “a primeira razão é simplesmente a necessidade de esperança”. Enfatizando o apelo do caráter otimista do discurso evangélico em um país onde o pessimismo é grande, o sociólogo avalia que “o contexto de crise, que atinge a sociedade francesa, tem por consequência um certo número de patologias sociais, como a solidão. O Estado não pode fazer tudo, as prestações sociais e capacidades de intervenção são em geral fragilizadas, pois há menos dinheiro público. A igreja evangélica responde às necessidade que o Estado não se encarrega mais”. Mesmo defendendo que a o movimento religioso atrai fiéis também nas classes mais favorecidas, o sociólogo admite que a religião vem atraindo proporcionalmente mais jovens e imigrantes, principalmente chineses, coreanos e originários das antigas colônias francesas na África. Frédéric Rognon, professor de filosofia das religiões na Faculdade de Teologia Protestante de Estrasburgo, também falou sobre o tema: “Essas igrejas se apresentam de uma maneira adaptada às formas de comunicação contemporânea, enquanto as tradicionais utilizam ainda modelos históricos e ultrapassados. As evangélicas recrutam”, afirmou o professor, explicando que metade dos evangélicos franceses tinha outra religião antes de se converterem. O movimento missionário que está levando essas igrejas ao país europeu, antes conhecido por sua laicidade, é composto de um grande número de pastores brasileiros, que, em palavras Luiza Duarte, do Opera Mundi, estão “cruzando o oceano para conquistar essa nova terra”. Ao todo, são 2308 igrejas em território francês, que abrigam o ainda discreto número de 600 mil evangélicos. Desde 1950, eles são nove vezes mais numerosos, em um país onde apenas 5% da população se declara praticante de alguma religião

noticias gospel americana


Missionário americano funda abrigo para crianças indígenas em Manaus


O missionário americano Barry Hall transformou sua residência no estado do Amazonas na primeira casa-abrigo para crianças indígenas que foram rejeitadas por seus pais.
O local está ativo há nove meses e ganhou o nome de “Coração do Pai”, onde atualmente 13 crianças de diversas etnias estão recebendo os cuidados necessários.
Hall tem ajuda do Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (Complei) e resolveu criar o abrigo para poder receber as crianças que são rejeitas por questões culturais.
“Algumas etnias condenam filhos de mãe solteira, gêmeos ou trigêmeos, resultados de estupro, incesto ou infidelidade”, explica o missionário que vive no Estado há 25 anos.
“O Complei quer oferecer uma alternativa e uma solução que respeite a liderança de cada etnia. Ao nos entregar a criança, o cacique fica satisfeito, porque ela saiu da aldeia, os pais ficam aliviados e o bebê ganha vida e um lar”.
O missionário concedeu uma entrevista ao portal G1 e falou da intenção de ampliar o local para receber mais crianças, um projeto que não depende só de uma estrutura melhor, como de uma ligação com as próprias aldeias para que estas crianças cheguem até o “Coração do Pai” com vida.
Casado com Vânia com quem tem cinco filhos, Barry Hall deixa claro que aceita também crianças não-indígenas. “Muita gente acredita que ter um local para crianças indígenas é discriminação, mas, na verdade, só estamos nos especializando para fazer um trabalho melhor. Aceitamos não-indígenas quando podemos instalá-los e, quando tivermos um espaço maior, queremos aumentar também o número de vagas”.
As crianças da casa-lar recebem acompanhamento médico, de assistentes sociais, de psicólogos e nutricionistas. Para poder continuar mantendo o espaço, o missionário precisa de ajuda financeira e de doações de produtos e alimentos.
Interessados em ajudar o projeto podem procurar diretamente na instituição que fica a rua D-14, casa 113, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus (AM).


Centenas de conversões ocorrem em meio à guerra na Síria


Realmente, só Deus poderia fazer isso”. Essas são as palavras de Tom Doyle, especialista em Oriente Médio da organização missionária E3 Partners . Para ele, o evangelho está atingindo os corações do povo sírio de maneira milagrosa.
Segundo Doyle, “Há cinco tipos de polícia secreta na Síria. Eles observam cada movimento das pessoas. Os convertidos que estão saindo do islamismo [são] questionados continuamente”.
Estima-se que cerca de 20.000 sírios abandonaram o país esta semana fugindo dos conflitos. ”Por causa da guerra na Síria, acreditamos que mais de 300 mil sírios agora estão na Jordânia. Eles foram expatriados, eles não têm nada. Mas na Jordânia eles não têm o governo sírio os vigiando o tempo todo”, ressalta Doyle.
Com a ajuda de parceiros de outras missões e de cristãos jordanianos, a E3 tem conseguido reuniu com mulheres muçulmanas que estão ouvindo o evangelho. ”Elas ficaram muito agradecidas e nos contaram histórias sobre a maneira como os cristãos se aproximaram delas. Basicamente, essas são as únicas pessoas em quem podem confiar agora”
Muitos destes muçulmanos estão conhecendo a Cristo, mas não é possível saber o alcance ainda, Doyle ressalta que o impacto só será visto na próxima geração. ”Muitas crianças estão ouvindo falar de Jesus. Todos sabemos como é importante elas entenderem quem é o verdadeiro Jesus antes de chegar aos 12 anos”.
Por enquanto, a E3 está apoiando cerca de 400 famílias sírias. ”Nossos líderes acreditam que este é o momento para alcançarmos os sírios como nunca conseguiu-se antes. Quem sabe o que pode acontecer amanhã ? [Presidente] Assad, continuará ou ele vai cair? Nós não sabemos. Mas Deus abriu esta porta e sua mão está agindo aqui”.
JoAnn Doyle, esposa de Tom, tem focado em alcançar as mulheres, através do Ministério Selah. Uma equipe de cristãs preparadas irá trabalhar com as mulheres sírias nas questões psicológicas do trauma de guerra.
Os Doyle pedem que os cristãos do mundo todo orem pela Síria, um dos países onde os cristãos sempre enfrentaram perseguição severa. “O país conseguia manter o Evangelho fora daqui, por que tem um governo ditatorial, que controla a polícia secreta. Mas, agora as boas novas estão se espalhando como nunca”, ressalta Tom.
Ele acredita que quando a guerra acabar essas famílias convertidas voltarão para a Síria levando a mensagem consigo, o que pode causar uma enorme mudança na situação espiritual do país.

Pastor é decapitado em frente a templo

A Missão International Christian Concern, que trabalha com a Igreja Perseguida divulgou que um pastor da Assembleia de Deus na Tanzânia foi morto segunda-feira durante um conflito entre cristãos e extremistas islâmicos.  O pastor Mathayo Kachili foi decapitado por uma multidão de extremistas que invadiu a igreja.
Segundo Denis Stephano, comandante da polícia local, as tensões entre muçulmanos e cristãos na cidade de Buseresere, estavam aumentando nos últimos dias.
Testemunhas disseram que os problemas começaram quando alguns cristãos abriram  açougues na área. Os líderes muçulmanos exigiram o fechamento imediato desses açougues, mas não foram ouvidos.
Enquanto alguns cristãos entregavam carne numa Assembleia de Deus, foram atacados por uma gangue de jovens muçulmanos “armados com facões, facas e pedaços de madeira” agrediram os cristãos, disse a Christian Concern.
Quando o pastor Kachili ouviu o que ocorria, saiu da igreja para intervir. Ele foi agredido e  decapitado em frente ao templo.
Poucos minutos depois, vários cristãos que residem na área correram para o local e começou uma briga generalizada. De acordo com a imprensa local, os muçulmanos fugiram e se esconderam em uma mesquita antes que a polícia chegasse. Um dos agressores ficou gravemente ferido, foi levado para um hospital, mas acabou morrendo mais tarde. A polícia não prendeu ninguém.
Diretor da Christian Concern da África, William Stark, disse: “Os ataques violentos contra os cristãos estão crescendo na África Oriental. Semana passada, dois pastores foram atacados no Quênia por extremistas islâmicos ligados ao grupo radical Al-Shabab. O aumento de ataques em países de maioria cristã mostra que os muçulmanos não tem medo de represálias… Se ignorada, a propagação do Islã radical na África Oriental poderá fazer com que a região se torne outra Nigéria ou Mali, onde cristãos são perseguidos e mortos às centenas.”
Pastor Kachili deixa esposa e filhos que dependiam de seu salário para viver. O International Christian Concern disse que prestará apoio e pede orações pela família. Com informações Charisma News.

Garota decora a Bíblia por temer que o livro seja retirado dela

Em relato para a Junta de Missões Mundiais o missionário Lian Godoi contou que conheceu uma garota de 12 anos que está decorando a Bíblia com medo de que o livro seja retirado dela.
Ele está em um país asiático treinando 20 missionários para levar as Boas Novas para os povos que ainda não foram alcançados pela mensagem de Jesus.
Godoi conheceu a garota enquanto conversava com líderes cristãos e notou que ele estava decorando as passagens. Curioso com a atitude ele questionou o motivo daquele esforço e ela relatou que temia perder o livro.
O cristianismo naquele país sofre repressão e a apreensão de Bíblias pode de fato acontecer. “Preparar missionários locais para serem enviados a regiões remotas e não alcançadas são o nosso maior alvo, mas encontrar pelo caminho pessoas com a atitude dessa menina é um presente de Deus”, disse ele.
Na região onde o missionário se encontra há cerca de 180 povos que nunca ouviram falar sobre Jesus. Sua ida ao país é justamente preparar os mensageiros dessa boa nova. Vinte pessoas estão sendo treinadas e em breve a JMM estará enviando outros missionários para trabalhar em conjunto, levando a Palavra de Deus.

UK's first Official Christian & Gospel Albums


The UK’s first Official Christian & Gospel Albums Chart will be unveiled next week.
The new weekly sales-based Top 20 chart will launch on Monday, March 11 and official rank the success of Christian and Gospel recording artists for the first time in the UK.
The chart will be compiled by the Official Charts Company and launched in partnership with Christian charity Compassion.
Christian and gospel music account for 7% of all recorded music sales in the US, with 26 million albums sold in 2012 – more than the sales of classical, blues and jazz combined.
In the UK, churches have seen attendance increase by 3% in 2012 with 7.6 million adults now attending each month. The UK saw 600 new Christian music albums released last year.
The Official Christian & Gospel Albums Chart will be broadcast every week on leading Christian digital stations Premier Radio and UCB, as well as being published weekly at www.officialcharts.com, the home of the UK’s Official Charts online.
The UK’s Christian & Gospel industry will unveil the first Official Christian & Gospel Album Chart Top 20 on Monday March 11. The event host David Grant and industry leaders will be joined by artists at work in the Christian and Gospel fields today, including Delirious? frontman Martin Smith and the London Community Gospel Choir.

“The Official Charts Company is committed to profiling and celebrating all sectors of the UK musical landscape,” said Official Charts Company Charts director Omar Maskatiya. “The popularity of Christian and Gospel music to date has largely been demonstrated through its vibrant live sector, however with the launch of the Official Christian & Gospel Chart we can now, for the first time, shine the spotlight on those artists who are enjoying significant success through recorded music too.
"We look forward to working with Christian labels and supporting partner Compassion to bring the new chart and its featured talent to music fans of the UK.”
Jonathan Brown, managing director of Integrity Music, the UK’s biggest Christian and Gospel record label who have supported the development of the chart said, on behalf of Christian and Gospel music labels, “This is a defining moment and changes the landscape for Christian and Gospel music in the UK. Christian music has always been a part of society in bringing hope and encouragement. With the development of this new chart it will bring significant profile to this growing genre.”
The new chart launches in partnership with Compassion UK, an international Christian child development and child advocacy ministry. CEO Ian Hamilton commented: “Compassion UK are thrilled to be partnering with the launch of the Official Christian & Gospel Album Chart, we are honoured to have many ambassadors for our ministry among Christian Music artists in the UK as we work to bring Worship and Justice together.”

Andrew Palau's 'Fun in the Son' Music Festival Brings the Gospel to Haiti

  • A Haitian woman praises God during the 2012 Fun in the Son festival in Port-au-Prince,

This upcoming weekend will mark the beginning of the second annual Fun in the Son festival, a week-long open air festival in Port-au-Prince, Haiti, organized by American evangelist Andrew Palau in collaboration with the Haiti Broilers, a local poultry company.

Palau and his ministry team will spend March 9-16 in the central public park of Haiti's capital city, known as the Champs de Mars, to hold free medical clinics, action sports demos, and children's programs, among other events.
The week of festivities will culminate with a free open-air music festival, available to all Haitians wishing to attend.
Additionally, Palau will be delivering the Good News of Jesus Christ to all those attending the festival through Gospel celebrations and talks.
"There is no question, many thousands of people will hear the Gospel through this campaign," Luis Palau, founder of the evangelical Luis Palau Association and Andrew Palau's father, said in a statement emailed to The Christian Post.
The senior Palau, who has previously organized evangelical festivals in several parts of the world, including the highly successful 2008 "Best Dressed 50Fest" in Kingston, Jamaica, added in that he hopes this year's Fun in the Son festival will help Haitians continue their healing from the 2010 earthquake which left nearly 1 million island residents homeless.
Follow us
"It is my prayer that this festival will clearly mark a turning point for Haiti; that those stuck in the pain and frustration of the past would find healing and hope," Palau added.
In a recent YouTube video, Wendy Palau, Andrew's wife, requested all those in the Christian community pray for the Fun in the Son mission.
"Our number one prayer is that many, many lives will be eternally changed through giving their lives to Jesus Christ," Palau said in the video.
"A changed life will change that city, and change that nation, and that's why we go," Palau added.
According to the Luis Palau Association's official website, the idea for the Fun in the Son festival came about in 2010, when Andrew Palau, Christopher Levy, CEO of the Jamaica Broilers, the largest poultry distributor in the Caribbean, and Christian recording artist TobyMac hatched the idea of spreading the Gospel to Haiti through a free festival.
Last year's first Fun in the Son festival attracted nearly 30,000 Haitians, and this year the event is expected to be equally, if not more, popular.
Andrew Palau has previously hosted Gospel festivals in numerous countries, including Indonesia, Tanzania, Ethiopia, and Jamaica, among other places.

Atleta cristão é punido por fazer oração de dois segundos antes de evento esportivo nos EstadosAtleta cristão é punido por fazer oração de dois segundos antes de evento esportivo nos Estados Unidos

Um estudante que pratica Wresler, uma categoria de luta como atividade extracurricular foi punido pelo árbitro de um embate depois de ajoelhar-se por dois segundos e fazer uma breve oração antes de entrar no tatame.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel O caso ocorreu no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e a equipe jurídica da Aliança de Defesa da Liberdade (ADF na sigla em inglês) está cobrando explicações sobre o motivo da perda de um ponto por parte do atleta Nicholas Fant.
Segundo a carta enviada por David A. Cortman, um dos advogados da ADF, à Associação de Atletismo do Ensino Médio da Carolina do Norte (NCHSAA), é necessário explicar a violação dos direitos “religiosos depois de um lutador foi penalizado por um reconhecimento a Deus de dois segundos antes de uma partida”.
O advogado ressalta que a entidade tem “o dever constitucional de proteger o direito dos alunos à liberdade de expressão e religião previstos na Primeira Emenda” da Constituição Federal.
O documento foi enviado a Allison Sholar e Whitfield Davis, membros do Conselho da NCHSAA, e cobra uma postura sobre a penalização sofrida por Nicholas Fant no dia 13 de fevereiro, segundo informações do WND.
“Nós não acreditamos que o NCHSAA cumprido esse dever, neste caso, e encontramos os comentários feitos pelo Sr. Whitfield em apoio a decisão do árbitro profundamente preocupantes”, diz o texto na carta enviada pela ADF, que garantiu que irá tomar medidas “para garantir que o direito dos estudantes para expressar a sua fé em eventos da escola de atletismo será respeitado no futuro”.
A entidade de defesa da liberdade afirmou ainda que o atleta havia “praticado suas orações durante toda a temporada sem incidentes”, e que “as ações do árbitro da NCHSAA violou a Primeira Emenda e o direito à liberdade de expressão e liberdade de religião”.
Tim TebowNos Estados Unidos, o atleta cristão Tim Tebow (foto), que disputa da Liga de Futebol Americano (NFL) é conhecido por ajoelhar e orar antes das partidas e após a conquista de touch-downs, e tornou-se uma mania nacional apelidada de “Tebowing”.
Para Cortman, o fato de o atleta “estar ajoelhado para uma oração de dois segundos antes do início de sua partida não era obviamente algum tipo de tática de atraso, mas uma genuína expressão de devoção religiosa”. O advogado ressaltou ainda que “outros lutadores levam dois segundos acenando ou apertando as mãos dos adversários, e essas coisas nunca são penalizadas”, disse ele.